Vinho pode ser bom para os rins, sexo e para emagrecer

vinho

Beber uma taça de vinho por dia já é o suficiente para prevenir doenças renais crônicas segundo cientistas. Pesquisa apresentada na reunião da National Kidney Foundation nos Estados Unidos demonstrou que o consumo moderado de vinho encontra-se associado com uma menor prevalência de doença renal crônica (DRC ); e que, para aqueles que já têm doença renal crônica, o estudo indica que algum consumo de vinho pode ser ligado a um menor risco de doença cardiovascular.


Atenção : Aprenda um novo idioma rápido e fácil (Veja aqui)

Na pesquisa 5.852 participantes foram analisados, uma parte dos voluntários consumiu menos de uma taça de vinho por dia e a outra não. O resultado obtido foi que o risco de se contrair DRC foi menor nas pessoas que ingeriram a bebida em comparação com os que não ingeriram.


Estatisticamente, as pessoas com doença renal crônica que bebiam menos de um copo de vinho um dia tiveram um risco 29 por cento menor de eventos cardiovasculares do que pessoas que não bebiam nenhum vinho. Segundo o presidente da National Kidney Foundation, Dr. Beth Piraino, o estudo realizado irá promover um aumento da pesquisa sobre a relação entre o consumo de álcool e doença renal.

Beba vinho para emagrecer

vinho emagrece

Uma taça de vinho por dia ajuda a afastar a obesidade e até mesmo a perder alguns quilos, de acordo com cientistas. O porta-voz do grupo de pesquisa da Universidade Navarra, na Espanha, disse que a ingestão moderada de álcool, especialmente de vinho, protege, ao invés de promover, o ganho de peso.

A bebida alcoólica sempre foi vista como fonte de ganho de peso por causa do alto teor de açúcar, mas novas pesquisas sugerem que uma pequena quantidade diária poderia fazer parte de qualquer plano de dieta.

Algumas pesquisas apontam até que as pessoas muito obesas podem ter um menor risco de desenvolver diabetes se beberem
O estudo da Universidade de Florença foi feito com 798 mulheres italianas entre 18 e 50 anos na região de Chianti, na Toscana. . O estudo concluiu que mulheres que consumiam uma ou duas taças de vinho tinto por dia apresentavam apetite sexual maior e melhor desempenho na cama em comparação com as que se abstiveram da bebida. A questão é que o vinho reduz o estresse da mulher e aumenta seu foco no parceiro, além de estimular a circulação do sangue, inclusive nas áreas erógenas.

Os pesquisadores do estudo fazem duas ressalvas sobre o estudo.

“Nenhuma diferença significativa foi encontrada entre os grupos em relação à incitação, satisfação, dor e orgasmo”, afirmam os cientistas no artigo publicado na revista científica Journal of Sexual Medicine.

“Enquanto este resultado precisa ser interpretado com cautela, devido ao pequeno número da amostragem […] e pela falta de dados de exames de laboratório, ainda assim o estudo sugere potencialmente uma correlação entre o consumo de vinho tinto e melhor sexualidade.”

Com informações da BBC e National Kidney Foundation meeting

Inscreva-se em nosso canal e acompanhe nosso conteúdo também pelo YouTube