Descubra qual a capinha certa para seu celular

capas-para-celular

Devo comprar uma capa protetora para celular? A resposta é sim! Além de aumentar a vida útil do seu aparelho, as capinhas protegem contra danos e ainda personalizam o seu celular. Veja aqui algumas vantagens sobre os diferentes tipos de cases e escolha a melhor opção para você.

Capinhas protetoras são a melhor opção para prolongar a vida útil e proteger a estrutura do seu aparelho. Além disso, são uma ótima forma de personalizar o celular, deixando-o mais bonito e estiloso. Cada tipo de capa oferece um benefício diferente, e a escolha vai depender de cada necessidade e do modo que você utiliza seu telefone.

Para auxiliar na escolha, preparamos um guia com os diferentes tipos de capas protetoras para celular e as vantagens de cada uma.

Bumper:

bumper

Esse tipo de capa consiste em uma estrutura que envolve as partes laterais do aparelho, mas não protege nem a tela nem a parte traseira. Sua utilidade consiste no fato de que as laterais são as partes mais frágeis do celular (se fosse possível escolher, a queda de um celular com a tela no chão afetaria menos do que se ele caísse de lado). É uma capa de mais fácil manuseio em relação a um case de corpo inteiro. É também mais leve e suas dimensões reduzidas não deixam o aparelho maior, o que ocupa mais espaço. Geralmente a capa bumper é confeccionada com materiais antiderrapantes como borracha, que amortece contra quedas e impactos. Há modelos em plástico com texturas e cores diferentes, com furos e aberturas para deixar livre as saídas de som e o acesso aos botões laterais, de acordo com o modelo.

Flip:

flip

No formato de uma espécie de envelope ou livro, esse tipo de capa protetora serve para proteger as laterais, a frente e a parte traseira do celular, evitando maiores danos causados por quedas e riscos. Quanto mais resistente for o material utilizado na composição, mais a capa flip irá proteger o aparelho. Há modelos em couro de alta qualidade, e até fibra de carbono, mas também existem modelos que utilizam plástico e tecido. Modelos mais recentes possuem a frente transparente ou com uma pequena abertura, possibilitando a visualização do display sem a necessidade de abrir o case.

Silicone:

v

As capas desse material protegem as laterais e a parte traseira do celular, mas deixam a parte frontal exposta. Elas são maleáveis e o silicone é antiderrapante, o que contribui para evitar quedas. Em termos de durabilidade, não é a melhor opção, pois o silicone pode se desgastar ao longo do tempo, mas o preço mais acessível permite a troca. O silicone também é lavável, e a capa bem ajustada também impede a passagem de umidade pelas laterais.

Silicone TPU:

silicone-tpu

Também conhecido como Polímero Termoplástico, é uma opção resistente e duradoura de capa protetora, mas por ser mais dura, e lisa, não oferece um prático manuseio. Mas esse tipo de case protege o aparelho contra a gordura das mãos, e evita danos causados por mudanças bruscas de clima, pois mantém a temperatura do celular. Ela também não se deforma nem fica larga, quando comparada à capa de silicone, e existem vários modelos coloridos e divertidos, a partir de 30 reais.

Superprotetoras:

superprotetora

Essas capas oferecem proteção máxima e design arrojado, sendo uma ótima opção para a prática de esportes e viagens. Confeccionadas em plástico ABS e material emborrachado ou silicone, que oferece proteção extra contra impactos, amortecendo o aparelho durante quedas. Elas são mais “grandinhas”, deixando o aparelho mais robusto e pesado, e possuem um visual mais esportivo e informal. Há modelos que são à prova d’água, suportanto em torno de 30 minutos de submersão (com profundidade de 2 metros).

Muitos consumidores combinam o uso de cases com películas protetoras, em vidro temperado ou plástico (PET), que não impedem a utilização do touchscreen. Alguns modelos ainda evitam marcas de digitais, e são antirreflexo, além de manter a tela sem nenhum arranhão, preservando seu celular por muito mais tempo.