Hackers usam saque de contas inativas para roubar pessoas

contas inativas

Com a liberação do saque das contas inativas do FGTS, muitas pessoas viraram alvos de hackers que usam o pagamento do FGTS para roubar informações e dinheiro.

Os criminosos estão criando uma série de sites falsos, e-mails, posts em redes sociais e links no WhatsApp para distribuir vírus para roubar dados pessoais e com isso poder aplicar golpes e sacar dinheiro.

O problema é tão grande que forçou a própria Caixa a divulgar alguns comunicados alertando que todas as informações realmente oficiais já disponíveis estavam em seus canais oficiais e que desconhecia a procedência de outros aplicativos e sites que também se dispunham a oferecer informações sobre o tema.

Recomende esse texto aos amigos :

Para, Fernando Neves, especialista em segurança cibernética e Presidente da RPost Brasil, o problema desses sites “alternativos” é a falta de segurança e o alto risco para as pessoas que os consultam.

Nessa modalidade de ataque, o consumidor muitas vezes é convidado a digitar seus dados duas vezes, em telas idênticas. Em outras também há a solicitação de dados incomuns, como todos os números da chave de segurança ou os três últimos dígitos do verso do cartão.

fgtsgolpe03
Um dos sites que estão fazendo muitas vitimas

No caso do FGTS, a Caixa publicou recomendações reforçando o cuidado que se deve ter ao procurar informações em outros canais. O Banco alerta para a existência destes falsos portais que capturam dados dos usuários para cometer fraudes ou mesmo para venda das informações.

Os alertas são muitos, mas o objetivo dos cibercriminosos é apenas um; atingir aquela parcela da população pouco familiarizada com as questões de segurança na internet.

E quase sempre conseguem. Um estudo publicado pelo site Marshable, revelou que 65% das pessoas com acesso à internet já caíram em algum tipo de armadilha. O Brasil país esta entre os três com maior percentual de vítimas de crimes cibernéticos em relação ao total de habitantes com acesso à rede.




Como não cair em golpes de Hackers

Jamais informe seu nome completo, CPF, PIS/PASEP ou algum outro dado pessoal em sites, perfis em redes sociais ou qualquer outro meio eletrônico que não pertença as instituições responsáveis pelo pagamento. Se tiver dúvida é melhor parar o processo do que entregar suas informações nas mãos de sites desconhecidos;

Mantenha sempre seu antivírus atualizado, no seu celular instale um antivírus em seu celular, existem muitos antivírus bons gratuitos. Veja em nosso site : Os melhores antivírus gratuitos para celular;

Não informe seu número de celular em páginas na internet e não acredite em cupons de desconto ou bônus milagrosos; a chance de que eles sejam golpes é grande, na duvida visite o site da empresa para saber da promoção;

Se você acha que está gastando muitos créditos, ligue na sua operadora e cancele as inscrições em serviços de SMS pagos, lembre-se que todas as operadora têm a obrigação de revelar em quais serviços você está cadastrado;

Informações sobre saldos e pagamentos de contas inativas somente no site oficial da Caixa ( http://www.caixa.gov.br )