Lula da entrevista exclusiva para blogs.

Como nunca antes na história deste País, esta quarta-feira ficará marcada como o dia da primeira entrevista coletiva de um presidente da República exclusivamente para autores de blogs.

Marcado para iniciar-se às 9h00, e com transmissão ao vivo pelo Blog do Planalto, o evento foi organizado por um grupo de jornalistas independentes que atuam na internet.

Mais de uma dezena deles confirmou presença, mas as perguntas estariam abertas também a outros participantes.

A iniciativa nasceu no 1o. Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, realizado em agosto em São Paulo. Na ocasião, tratava-se de marcar a posição de jornalistas desvinculados da imprensa tradicional contra o que consideravam manipulações da campanha eleitoral e distorções no noticiário sobre o governo federal.

No entanto, entre os inscritos encontram-se profissionais que se destacam como críticos do partido governista em seus Estados, como o acreano Altino Machado, cujo Blog da Amazônia está também hospedado no portal Terra.

A chamada grande mídia deu pouca importância ao acontecimento, noticiado apenas em alguns blogs vinculados a jornais.

Mas certamente suas editorias de política estarão atentas para reproduzir as respostas do presidente da República.

A escolha dos entrevistadores contemplou a diversidade regional do País e cria a oportunidade para a observação de como funcionaria em conjunto uma imprensa desvinculada das grandes empresas de comunicação.

Além disso, trata-se também de uma oportunidade para observar se os jornalistas que não fazem oposição sistemática ao governo são necessariamente “chapas-brancas”.

Anunciada pelos organizadores como uma “celebração da diversidade informativa”, a primeira entrevista de um presidente brasileiro exclusivamente para jornalistas da internet pode marcar o início de uma prática que pode vir a ser adotada pelos assessores de comunicação do Planalto.

O evento pode também contribuir para os debates sobre democratização da informação, mas corre o risco de produzir frustrações.

De qualquer modo, espera-se dos leitores algo mais do que a repetição dos bate-boca de sempre que costumam rechear as áreas de comentários dos blogs.

No novo jornalismo interativo, a qualidade da participação dos leitores é fundamental, não concorda ?