Nunca é tarde para não se atrasar mais

O que é e para que serve etiqueta? Tem a ver com ser uma pessoa mais consciente, sabia? Etiqueta é a ética do cotidiano, do dia-a-dia, da conivência. Mais do que ditar regras e padrões, de como se vestir ou quais talheres usar no jantar, ela colabora para sermos cidadãos mais civilizados, corretos e cientes da existência das outras pessoas no mundo! A etiqueta rege o bom convívio, através das boas maneiras, civilidade, equilíbrio e empatia.

Ela passa por todos os aspectos da nossa vida, seja no âmbito pessoal ou profissional, desde como se comunicar, se vestir, receber pessoas, celebrar, tudo! Não cabe nem em um livro de tanta coisa! Mas a dica especial de hoje diz respeito a pontualidade. Mais precisamente sobre a falta dela.

Aqui no Brasil é hábito se atrasar, é uma questão cultural arraigada, que dizem até que é normal. Mas não é, e pior: é desrespeito. Ser pontual significa que o outro é importante, que você é organizado, maduro e tem capacidade para planejar seus compromissos e sua vida.

Planejar é a palavra-chave, não deixe tudo para última hora para evitar que se atrase. Caso aconteça algum imprevisto e o atraso for inevitável, ligue avisando a pessoa que te espera.

Existem situações que o atraso gera vários inconvenientes a outras pessoas. Nesses caso, tente evitar ao máximo qualquer atraso: cerimônias (principalmente se você for participante ativo, como um padrinho de casamento); sessões de cinema e teatro; palestras e cursos; salão de beleza; consultas médicas; reuniões de trabalho (aqui, atraso é pior ainda, pois implica em perder tempo e dinheiro!). Em muito casos, a falta de pontualidade tem efeito cascata e normalmente desorganiza o dia de muita gente.

Mas fica a dica: adiantar-se também é ruim. Muitas vezes as pessoas ainda estão fazendo os últimos acertos, para poderem te receber. Se for uma festa ou reunião na casa de amigos, vale contar 30min a mais no horário marcado para chegar, em nome do velho hábito brasileiro.