A dieta da USP funciona mesmo ? – Veja prós e contras

dieta da usp

Uma dieta está entre os assuntos mais comentados nas redes sociais e gera muitas discussões, seja a favor ou contra. A dieta da USP parece que veio para ficar e ela se diferencia das outras por ser baseada em proteínas e gorduras e uma quantidade pequena de carboidratos, com uma seleção de alimentos limitada e que jamais deverão substituir os alimentos.

A dieta da USP, promete a perda de até 10 kg em 15 dias e é baseada em um cardápio proteico e restritivo, mas funciona.

É preciso deixar claro que esses suplementos não são mágicos, mas são grandes aliados na perda da gordura, ajudando a acelerar o metabolismo e a diminuir a fome. Os suplementos só funcionarão se você integrá-los a uma dieta, porque se forem consumidos em separado, não conseguirá perder peso.

Embora esteja em alta agora, a dieta da USP apareceu nos anos 90 com a promessa de emagrecimento rápido e apesar do nome, não tem nenhuma ligação com a Universidade de São Paulo, que desmentiu qualquer participação. O nome adotado para a dieta foi apenas para dar credibilidade, mas sua origem ainda é desconhecida.

A intenção é emagrecer 14 quilos em apenas 14 dias, mas o resultado depende de alguns fatores, entre eles saber se você está saudável e se conseguirá manter o novo peso depois que terminar a dieta. Algumas pessoas conseguem emagrecer entre 3 a 7 quilos, mas outras emagrecem apenas um ou dois quilos.

Entre os pontos negativos da dieta da USP, está o fato da restrição calórica ser demasiadamente extrema, o que leva ao catabolismo (consumo de massa magra) que deixa o metabolismo mais lento. Se você for adotar a dieta e não tiver uma alimentação saudável, estará colocando uma bomba relógio dentro de seu organismo, porque quando o metabolismo fica mais lento, em seguida a pessoa retorna aos seus maus hábitos alimentares, acaba recuperando todo o peso perdido de volta e com possibilidade de ficar mais gorda ainda. Caso sua alimentação seja saudável, a dieta funcionará e você não correrá nenhum risco.

Nessa dieta que possui cardápio de uma semana, sendo que as refeições são definidas para cada dia, recomenda-se diminuir o consumo de alimentos que contenham carboidratos como barra de cereal, macarrão, massas, arroz, farinhas, aveia, pão, milho e batatas, além de aumentar o consumo dos alimentos ricos em proteínas como ovos, carnes, peixes, embutidos e leite integral e as gorduras encontradas nas oleaginosas, carnes, azeite e sorvete.

Veja em nosso site : Cardápio da famosa Dieta da USP (completo)