Veja as diferenças de comportamento entre os irmãos de acordo com a sua ordem de nascimento

diferenças entre os irmãos

Os filhos de um mesmo casal nunca são iguais, já reparou? Isso acontece porque as diferenças entre os irmãos se devem muito a um fato que acontece também com os pais, por mais igualitários que eles sejam no trato com a sua “ninhada”: eles, como qualquer indivíduo, se comportam de maneira distinta com cada um dos membros da sua prole.

De acordo com especialistas o que diferencia o trato é basicamente a ordem de nascimento, o que consequentemente vai afetar nas suas personalidades e na sua forma de ver o mundo! Ficou curioso para saber quais as mais comuns diferenças entre os irmãos? Entenda tudo agora!

Como se comporta o primogênito?

Para os estudiosos de educação o primogênito acaba sendo o mais realizador entre os irmãos. Por ser o primeiro filho ele concentrou durante muito tempo (até mesmo antes do seu nascimento) as expectativas de seus pais e de toda a sua família, que naturalmente esperam que ele seja o mais capacitado e mais responsável que puder. Ele é tão perfeccionista que chega a ser chato!

Como se comporta o filho do meio?

O filho do meio é um caso curioso, se formos pensar nas diferenças entre os irmãos. Ele nunca vai ter os privilégios do primogênito e nem toda a atenção do caçula, então ele costuma ficar um pouco de lado dentro da família, buscando o afeto dos amigos e das pessoas que conhece ao longo da vida. Tende a ser mais conciliador e pacífico, sendo um ponto de equilíbrio dentro da casa!

Como se comporta o caçula?

O caçula chega a família quando os pais já estão cansados de educar e já não são tão mais atentos quanto antes. Com isso, ele tem liberdade para ser quem quiser e costuma se desdobrar para chamar a atenção dos demais! Normalmente é mais brincalhão e mais divertido que todos os outros! Claramente se acostuma a receber os cuidados dos demais membros da família!

Veja em nosso site: Menino ganha milhares de amigos depois que sua mãe fez um apelo no Facebook

Conclusão

Fica claro que as diferenças entre os irmãos têm tudo a ver com a posição que esses filhos acabam ocupando nos núcleos familiares, o que faz com que eles carreguem essa essência também para as suas vidas particulares. E você, que filho é e como isso te distingue dos demais ?