Saiba quais são os cuidados necessários na hora de trocar rodas e pneus

pneus

A hora de chegar as rodas e pneus do carro chega para todos os motoristas. Seja por necessidade, por motivos estéticos ou para melhorar a performance do veículo, a substituição de pneus e rodas deve ser feita com cautela, procurando sempre respeitar as especificações do fabricante do automóvel.

Se você identificou que é preciso fazer a troca dessas peças, mas não tem experiência no assunto, confira as dicas abaixo. Nelas, mostramos os cuidados necessários para que você mantenha seu carro seguro e sem nenhum dano.

Entendendo a estrutura do pneu

Analisar essas especificações do conjunto de rodas e pneus originais é o primeiro passo quando pensamos em trocá-los. Isso porque alterações muito significativas nas dimensões originais podem causar uma série de problemas, como diminuição do conforto e da estabilidade do veículo e erros de leitura do velocímetro, por exemplo.

Tomando como exemplo o modelo 195/55 R15 PHANTOM 85W, um dos pneus mais vendidos da marca Pirelli , temos: 195 é a largura em milímetros da banda de rodagem, 55 mostra a altura do perfil (55% da largura), R diz que o pneu é radial e 15 é o diâmetro da roda que melhor lhe comporta, em polegadas.

Alterando o aro

A principal dica para encontrar o aro correto para o seu veículo é observar a composição original. Normalmente, os veículos são equipados com rodas de medidas intermediárias, que podem ser substituídas por versões um pouco maiores ou menores, sem problemas. Já o tipo de perfil do aro deve ser preservado.

Trocando o conjunto de pneus

Trocar os pneus é uma prática mais corriqueira, já que essas peças são mais suscetíveis a danos. Nesse caso, também é importante manter o diâmetro externo do conjunto o mais próximo possível do original. Essa regra vale tanto para pneus novos, quanto para pneus Remold, que são alternativas mais baratas , sustentáveis e de qualidade comprovada.

Algumas pessoas optam por pneus um pouco mais largos, que podem deixar o veículo mais estável. Nesse caso, é preciso observar se ele não fica mais alto que o para-lama, podendo encostar na carroceria ou na suspensão do carro.

O que a lei diz sobre alterar o conjunto de rodas e pneus

Os carros são construídos pelas montadoras respeitando algumas proporções, para que haja conforto e segurança para os ocupantes do veículo e, consequentemente, para os outros veículos ao redor. Se as alterações nas rodas forem muito grandes, a dirigibilidade do veículo pode ser afetada, o que é arriscado.

Para prevenir esse tipo de situação, a lei determina que a altura do conjunto não deve ultrapassar o para-lamas, o índice de carga e de velocidade dos novos pneus não podem ser menores que o dos pneus originais de fábrica e o diâmetro externo deve ser igual ao original ou variar 3% para mais ou para menos.

Se você tiver dúvidas na hora de trocar as rodas e os pneus do seu carro, procure um especialista. No Rio de Janeiro, a Gilson Pneus é a melhor opção para comprar rodas e pneus indicados por quem entende do assunto.